• Mariliane C.Caramão

Principais marcas de segurança das notas de Real.

Você realmente conhece as notas de Real e sabe se proteger contra fraudes?

Em 2020 o plano Real completou 26 anos de existência e as cédulas e moedas estão na segunda geração. A Casa da Moeda produz e o Banco Central do Brasil emite atualmente as notas de R$2, R$5, R$10, R$20, R$50 e R$100. Em breve teremos também a nota de 200 Reais.


As notas e moedas do Real possuem características distintivas e elementos de segurança que facilitam sua identificação e permitem detectar falsificações.​ Em alguns casos de danos (rasgadas, manchadas, ou rabiscadas) é possível substituir as cédulas, mas as falsas não são restituídas.


Em 2019 foram 440 mil em notas falsificadas, somando 27,7 milhões de prejuízo. Em 2020, antes mesmo do lançamento da nota de R$200, já foram apreendidas falsificações no Rio de Janeiro. A tendência é de aumento no número de fraudes, já que o volume de dinheiro em espécie circulando também é maior. Por isso, fique atento aos principais itens de segurança das cédulas.


Conforme o Banco Central, as notas da segunda família do Real  apresentam como principais itens de segurança contra falsificações: as marcas d’água, números escondidos, faixa holográfica, alto-relevo e tamanhos diferentes entre cédulas.

Fio de de Segurança: é o fio escuro próximo ao meio da nota (bem na Efígie) que fica visível quando a cédula é colocada contra a luz.


O fio está presente nas cédulas de 10, 20, 50 e 100 Reais.








Número Escondido: ao colocar a nota na posição horizontal, na altura dos olhos, com boa iluminação, você vê o número do valor da nota aparecer na área indicada.


Essa proteção está presente em TODAS as cédulas. Nas de 50 e 100 reais aparece também no verso.







Faixa Holográfica: ao movimentar a cédula você pode observar que a o número do valor da nota e a palavra REAIS se alternam, a figura do animal fica colorida e aparecem diversas cores em movimento.


Proteção presente nas cédulas de 50 e 100 Reais.






Número que muda de cor: movimente a nota e descubra que o número assinalado muda do azul para o verde. Uma faixa brilhante parece rolar pelo número.


Proteção nas cédulas de 10 e 20 Reais.









Marca d'água: coloque a cédula contra a luz e veja, na área clara, a figura do animal e o número do valor da nota, em tons que variam do claro ao escuro.


Proteção presente em TODAS as notas.









Elementos Fluorescentes: sob luz ultra violeta são percebidos o número do valor da nota, pequenos fios lilás e a numeração de série fica amarela.


Elemento de proteção para TODAS as cédulas.


* Para visualizar os elemento fluorescente é necessária uma caneta especial (detectora ou testador de dinheiro falso), que é encontrada em lojas como Americanas e Kalunga.




Então, já está sabendo como se proteger de possíveis notas falsas?


Para ficar ainda mais perito, existe um aplicativo chamado Dinheiro Brasileiro. Ele foi criado pelo Banco Central para facilitar a checagem das notas para as Olimpíadas de 2016. Com ele é possível conhecer todas as marcas de segurança com detalhes.

Pode ser baixado pela Apple Store e Google Play.

Se você desconfiar da autenticidade de uma nota após conferir os elementos de segurança ou comparar com outra cédula legítima, você pode recusá-la. Caso já tenha recebido a nota suspeita é necessário levá-la a uma agência bancária para retenção e avaliação.


Atenção: Manter em seu poder a cédula falsa ou repassá-la é crime.


E a pergunta que não quer calar: Se você recebe uma cédula falsa o Banco Central restitui?


Cédula suspeita recebida em banco (caixa eletrônico ou caixa):

Se você sacou uma moeda ou cédula suspeita no caixa ou em um terminal de autoatendimento, você deve procurar qualquer agência do banco do qual é correntista e apresentar a cédula ou a moeda. O banco é obrigado a trocar o dinheiro suspeito imediatamente.

O procedimento é o mesmo no caso de saques realizados em terminais 24 horas.


Cédula recebida em qualquer circunstância diferente:

Se recebeu, sem perceber, dinheiro suspeito de falsificação em situações distintas de saque em bancos, como em pagamentos no comércio por exemplo, você deve procurar qualquer agência bancária e entregar a cédula ou moeda metálica. O banco anotará seus dados (nome, endereço, documento de identificação, CPF ou CNPJ no caso de ser empresa) e enviará a cédula ou moeda metálica para análise do Banco Central.


Se ficar comprovado que a cédula é legítima, você será ressarcido pelo banco. Caso fique comprovado que a cédula é falsa, não haverá reembolso!


Se essas informações foram úteis para você, deixe o comentário e compartilhe com os amigos.


Cuide do seu dinheiro!







13 visualizações

Contato

Utilize o formulário abaixo para enviar uma mensagem para nós. Será um prazer colaborar no desenvolvimento  dos seus filhos ou alunos!

Ou escolha o seu canal preferido clicando nos botões abaixo e fale conosco agora mesmo!

Whatsapp-512.webp
1431677-call-telephone-icon-telephone-ph

Siga nosso perfil no Instagram!

1024px-Instagram_icon.png

Endereço de E-mail

Telefone

(51) 99203.1484

Impulsione sua estratégia de Marketing Hoje mesmo.